… né por nada não.

Aliás, é por MUITO

Mas agora faz um friozinho gostoso (desde cedo).

Enquanto isso eu aqui com meias azuis de flores verdes e rosas (NADA chamativas)…

 estudo pra uma prova e ouço música.

Ganhei um abracinho da minha mãe, ela veio devagarinho, tava do meu lado (aliás sempre está) há um tempinho já.

Sorri tanto por dentro! 

Saca a sensação de uma imenso alívio, proteção… de “tudo tá certo”, se não está… conte comigo…

Não foi um abraço apertado, fou super suave, quentinho… Ah carinho…

Desejo neste momento que TODOS pudessem então ganhar um desses… de mãe: O que vem de mãe (o tal carinho) é sempre MUITO, por mais simples e suave…

Ganhei meu dia. Tô besta… sô meio besta com essas coisas sabe…

Mãe coruja, és tu,
aquela que me guarda
nas suas asas de algodão…
É por ti que bate o meu coração!

Uma resposta to “… né por nada não.”

  1. Mãe é sempre mãe…
    Não ha lugar melhor que o aconchego do nosso lar, com nossa mamãe nos aguardando, preparando nossa “vida”. Pena que, as vezes, só damos valor quando perdemos…
    Aproveitemos enquanto está à nosso alcance!

    BjO Bia…vc é 10! ♥

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: