… meio assim: sei lá!

É… hoje me peguei relembrando músicas antigas, na tentativa de esquecer.

Ache estranho e me pergunte: esquecer o que?

E eu não saberei responder

Também… pra quÊ?

Só interessa dizer

Que hoje tô meio assim: sei lá!

Mais pra lá do que sei…

Uma verdadeira lezeira, nostalgia do dia, faz falta, falta prosa, falta a rosa, margaridas, girassóis, falta violetas, azuis … um infinito sem fim, parece redundante, mas não é pra ser.

Se é redundande é um redondinho ciclo vicioso… meio assim: vazio: quanto mais falta, mais falta entende?! 

Se não entende me pergunte: por que? E eu…

Eu não saberei responder…. Uma vontade sem fim. Mas vontade de mim, de “me” mais de mim …

quero me entregar: como presentear com rosas, e porque não  vermelhas, amarelas, violetas, azuis, tudo quanto é cor de vez?

Uma vez, por que não duas?  Por que não três… seis… Num infinito sem fim (qualquer) que esse dia nessa nostalgia, faz sentido pra mim, em mim, de mim, mais de mim entregar, presentear semdas cores me desviar, sem as cores perder, talvez só esconder…

Só porque hoje tô meio assim sei lá…  é: quero sentir falta da falta… entende?!

Se não entende, não tente, nem me pergunte, talvez vocÊ já saiba que não saberei responder. SINTA … você tentará esquecer… e uma falta vai fazer… é… um redundante ciclo vicioso redondinho!

Uma resposta to “… meio assim: sei lá!”

  1. quero me entregar = 50votos!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: